quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Deus não escolhe...


Essa semana foi para mim muito reflexiva.
Pois tive que olhar pra todo meu passado após minha conversão e ter a simples missão de escrever uma carta com uma sincera apresentação pessoal e um pequeno plano de ação para o ano de 2011 para a igreja. Lembrando aos amados que esse ano estou como coordenador de um ponto missionário. A carta não está completa, mas apenas a parte da apresentação. Sei que os amados não tem nada com meus problemas pessoais, mas cristianismo é isso também, partilhar os problemas com os demais da fé.

Objetivo

Quando nos foi feito o desafio de abrir um trabalho de nossa igreja no bairro onde resido (mais ou menos 12 Km do centro de Prudente), o quadro era o seguinte: Falava-se assim: “Ele não é capaz”, estava sem perspectiva nenhuma com relação ao pertencimento a congregação de Prudente. Hoje tenho a certeza do não pertencimento, a não ser ao pertencimento ao Reino de Cristo, porém com afinidade com alguns, outros do distrito e de outro distrito, só que ainda procuro meu Barnabé.
Não vou abandonar a obra, nem o povo deste bairro, que confia em  mim e no que Deus tem feito em suas vidas, temos levado os frutos para serem apresentados como manda o protocolo da igreja local. Falo "temos" pois minha família é uma família missionária.
Sabemos que mesmo com qualquer esforço ainda seremos aqueles que não tem lugar e nem vez no contexto geral, só que não sabemos porque incomodamos tanto, pois se não temos quem nos envie para que esse medo todo?
Quero deixar bem claro que não quero tomar lugar de ninguém, sei que nem se eu for teólogo (Bacharel), estudar teologia, ”ainda que fazer teologia seja o único fim de alguns para alcançarem a glória”, serei algo por aqui.
O Ponto Missionário não tem o objetivo de me promover, nem de ficar no esquecimento, talvez não seremos o maior povo, mas com certeza faremos a diferença, pois não precisamos provar que somos capazes, quem é capaz é Deus através de nós, pequeninos instrumentos tortos, não aprovados pelos poderosos e perfeitos líderes. Mas não nos importamos.
Confiamos em Deus e Ele nos respondeu, não somente a nós, mas a celebre frase: “Ele não é capaz”...Agora fica a minha frase: “ELES ESTÃO ENGANADOS!!!!!”
Isso só vem provar o que se diz - Deus não escolhe os capacitados. Mas capacita os escolhidos.


 Qual o propósito do Ponto Missionário?
SER UMA IGREJA QUE TEM COMO ALVO TESTEMUNHAR  OS SINAIS DA GRAÇA EM SUA CAMINHADA E VIVER A UNIDADE DO CORPO DE CRISTO COM PROPÓSITOS.

Quais seriam esses propósitos?

1. Ser uma Igreja Família .
2. Ser uma Igreja Discipuladora.
3. Ser uma Igreja Evangelizadora.
4. Ser uma Igreja Adoradora.

Conto com vossas orações. 
No Amor de Deus Pai. 
Seu irmão em Cristo. 
Mario A. Medeiros.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

E NÃO MAIS FOI CONVIDADO...

Mat 22: 8 e 10. Então diz aos servos:As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos.(8) E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de convidados.(10)







Desde aquele fatídico dia em que fui convidado para aquela tal " reunião de varões de Deus", o Senhor meu Deus tem deixado inquieto meu coração. Um fato muito estranho , é que em certas reuniões, ou na maioria delas, o povo está preparado para ouvir o que eles querem ouvir (não aquilo que Deus tem a falar). Normalmente o irmão fulano está com uma palavra, vamos dizer um tanto quanto adocicada, para o deleite dos demais. Palavra que por sinal é bem posta. Mas quando se direciona a palavra aos demais irmãos, apenas para fazer uma pequena explanação da performance da palavra que a pobre alma levou aos demais, pronto. Aí a porca torce o rabo. Eles jamais esperam que surja alguém com o dom de lhes incomodar a sua degustativa doçura. A doçura torna-se em fel. O fato é que não se faz essas ditas reuniões hoje em dia para relatarmos os problemas que nos cercam, problemas os quais, nós como cristãos deveriamos nos empenhar para levarmos aos desamparados e mais humildes a solução dos tais. A visão hoje é outra, sim, fazemos isso hoje para nos ensoberbecer. A visão do cristianismo hoje em dia está mais voltada em eu agradar ao meu dito "irmão" que está ao meu lado na igreja, do que aquele que um dia esteve no seio da mesma e por algum percalço afastou-se da igreja e caiu da fé. Pronto. Desse dito nós não queremos nem saber, de fato até ignoramos o tal, mesmo que ele esteja caído em nossa frente. Passamos de lado (Lc. 10; 30 a 37). O engraçado nisso tudo é que, o tal com o "dom de incomodar" dessa dita reunião apenas mencionou que não via mais hoje em dia os crentes serem movidos de intima compaixão pelas almas como Cristo sentia e sim, o que os movia era o ardor de falar de quem caiu na fé. Disse ele: "Amamos quando nos inflama a falar dos irmãos que cairam na fé e nós não. Quando deveria ser: ajudamos o irmão que caiu na fé e não apontamos nosso dedo acusador para ele." "Deveriamos nos achegar a ele e perguntar se o mesmo está com algum problema e se poderiamos ajuda-lo." Aí você é capaz de ouvir dos tais "varões": Tá amarrado, e por que não um: Pé de pato mangalô tres veis! Sim meus irmãos, esquecem-se até de seu dito "cristianismo".
A questão é que cada dia mais a Igreja de Cristo fica menos visível aos olhos do mundo, quando deveriamos nos colocar na posição de  luz Dele, apagamos a cada dia mais. Se fecharmos nossos olhos para esse "tal evangelho" que vem sendo pregado em nossas igrejas hoje em dia temo que os verdadeiros servos do Pai serão sufocados e esses servos não serão convidados a participar dos trabalhos na igreja. Meu consolo é que meu convite foi dado pelo próprio Cristo, Filho Unigênito de Deus quando derramou sua vida em favor de muitos. Convite esse, que não está impresso em papel e é entregue as escondidas pelos cantos das igrejas, apenas para os seletos da dita comunidade da fé. O convite de Cristo é para aqueles que seguem os preceitos do verdadeiro evangelho. Convite que não é dado a oportunistas, mas entregue para aqueles que realmente entendem o chamado de Cristo e enxergam as oportunidades que lhes são dadas. Mas essa questão de oportunidade e oportunismo fica para o próximo post.
No Amor de Deus Pai.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Não Desperdice seu Púlpito de John Piper.

Amados irmãos encontrei esse video e concordei com as palavras de John Piper. Tenho a plena certeza que os amados não irão perder seu tempo em assisti-lo. Que o Amor e a Graça de Deus Pai sejam com todos os que buscam fazer a vontade Dele.
video